A casa amarela da Rua Camilo na Vila Romana ganha mostra da artista Janice de Piero, herdeira do imóvel pioneiro na região da Lapa em São Paulo.
Dia 30, finzinho de maio, as suas portas se abrem novamente. A casa do nono com seu quintal de flores amarelas têm histórias pra contar.
Ressentida com a arrogância dos tempos da especulação a seu redor, a casa virou um caso.
Um caso de amor à memória da Vila Romana. Um caso a parte. Rebelde e acolhedora, a casa critica e compartilha as alegrias e desmandos do casamento entre o tempo e o espaço, entre o progresso e seus insucessos.
Mesmo com as caçambas engolindo o passado, a casa acolhe criatividade e emoção. Janice convida velhos conhecidos do bairro a rever sua identidade. A casa começa a tecer uma trama de associações e em meio a bordados e fotos, objetos e curiosidades, surgem ambientes de reflexão sobre o momento presente. Em um processo lento e espontâneo interagi com Janice na sua pesquisa criativa. A história da casa falou mais alto, e agora é referência viva a fortalecer identidade de uma região.
Auguri!


Rodrigo Bueno
Artista/Matuto Visual da Lapa

Fotos: Soraia Pierrot

De Casa a Caso

© 2018. Casa Amarela da Vila Romana - São Paulo