Flumen

De Rua – experiências com educação de jovens em situação de rua

Conversa com Júlio Gonçalves Dias e Plínio Camilo sobre suas experiências como educadores de jovens em situação de rua e seu livro "De Rua" (ed. Kazuá), coletânea de narrativas em que os autores recriam, em pequenos contos, histórias de adolescentes habitantes das vias urbanas, e aproximam o leitor de vidas submetidas a privação, abandono, estigma social e ocultamento.

Júlio Gonçalves Dias é sociólogo (formado pela USP), educador e escritor. Trabalhou como educador na Secretaria do Menor pela Casa Aberta, no Projeto Avizinhar da Universidade de São Paulo e na Ação Educativa e Instituto Sou da Paz, como facilitador para projetos com jovens lideranças pelo Centro Nacional de Formação Comunitária. Publicou também o livro infantil, ilustrado por Constança Lucas, "A menina e o sol"; "Pequena história das coisas", ilustrados por Carlo Giovani; além de microcontos e poesias na Revista Recreio.

Plínio Camilo é educador, realizador teatral e escritor. Trabalhou como educador na Secretaria do Menor pela Casa Aberta.  No curso de Extensão Cultural na área de teatro da Unicamp atuou em diferentes áreas da realização teatral. Publicou também "O namorado do papai ronca", romance infanto-juvenil; "Outras vozes: contos sobre o negro escravizado no Brasil" e "Bombons sortidos"; ao lado de outros autores, participou das coletâneas "Abigail"; "Assim você me mata"; "Coração Peludo"; "DesContos de Fadas"; e "Primeiramente"; organizou a coletânea "Escangalhar"; ministra oficinas literárias.

Taís Cabral Monteiro estará na Casa Amarela da Vila Romana para falar sobre a cidade como lugar da experiência, da memória, da imaginação e espaço processual da pintura, a partir de sua tese de doutorado Percursos poéticos, defendida na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo/Eca-USP

Taís Cabral Monteiro é doutora em Artes Visuais, mestre em Poéticas Visuais e graduada em Artes Plásticas com Bacharelado em Pintura, todos pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo/ECA-USP. É pesquisadora do Grupo de Estudos Cromáticos na ECA-USP; atua como docente em cursos de graduação e pós-graduação.

Coabitação durante exposição FLÚMEN

De Rua – experiências com educação de jovens em situação de rua

Conversa com Júlio Gonçalves Dias e Plínio Camilo sobre suas experiências como educadores de jovens em situação de rua e seu livro "De Rua" (ed. Kazuá), coletânea de narrativas em que os autores recriam, em pequenos contos, histórias de adolescentes habitantes das vias urbanas, e aproximam o leitor de vidas submetidas a privação, abandono, estigma social e ocultamento.

Júlio Gonçalves Dias é sociólogo (formado pela USP), educador e escritor. Trabalhou como educador na Secretaria do Menor pela Casa Aberta, no Projeto Avizinhar da Universidade de São Paulo e na Ação Educativa e Instituto Sou da Paz, como facilitador para projetos com jovens lideranças pelo Centro Nacional de Formação Comunitária. Publicou também o livro infantil, ilustrado por Constança Lucas, "A menina e o sol"; "Pequena história das coisas", ilustrados por Carlo Giovani; além de microcontos e poesias na Revista Recreio.

Plínio Camilo é educador, realizador teatral e escritor. Trabalhou como educador na Secretaria do Menor pela Casa Aberta.  No curso de Extensão Cultural na área de teatro da Unicamp atuou em diferentes áreas da realização teatral. Publicou também "O namorado do papai ronca", romance infanto-juvenil; "Outras vozes: contos sobre o negro escravizado no Brasil" e "Bombons sortidos"; ao lado de outros autores, participou das coletâneas "Abigail"; "Assim você me mata"; "Coração Peludo"; "DesContos de Fadas"; e "Primeiramente"; organizou a coletânea "Escangalhar"; ministra oficinas literárias.

Taís Cabral Monteiro estará na Casa Amarela da Vila Romana para falar sobre a cidade como lugar da experiência, da memória, da imaginação e espaço processual da pintura, a partir de sua tese de doutorado Percursos poéticos, defendida na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo/Eca-USP

Taís Cabral Monteiro é doutora em Artes Visuais, mestre em Poéticas Visuais e graduada em Artes Plásticas com Bacharelado em Pintura, todos pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo/ECA-USP. É pesquisadora do Grupo de Estudos Cromáticos na ECA-USP; atua como docente em cursos de graduação e pós-graduação.

Coabitação durante exposição FLÚMEN

© 2018. Casa Amarela da Vila Romana - São Paulo